oncontextmenu='return false'>expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Qual era o tamanho do Titanic?

Seja bem vindo ao Titanic em Foco

A Olympic Class, como era chamada a classe à qual o Titanic pertencia, foi pensada e projetada para ser a classe dos maiores navios já construídos, assim sendo, em 1912 o RMS Titanic confirmava todas as expectativas, ele era realmente o maior navio do mundo. Juntamente com o seu navio-irmão, o RMS Olympic, eles eram as últimas e mais grandiosas obras da engenharia naval.

Todas as realizações técnicas, tanto as antigas quanto as novas, são um infinito mar de números, dados e estatísticas; nesta matéria pincei apenas algumas das principais medidas me utilizando de dados comparativos para que se possa entender com mais proximidade o quão grande foi este navio. A idéia de dimensão ficará bem mais clara com a utilização destas comparações.

Acompanhe
O RMS Titanic: pesos, números e medidas

COMPRIMENTO 269,1 M. ...... LARGURA 28,2 M. ...... ALTURA TOTAL: 71,25 M. (INCLUINDO OS DOIS MASTROS) ...... ESPESSURA DO CASCO: 2,54 CM. ...... QUANTIDADE DE REBITES: 3 MILHÕES ...... PESO: 46.328 TONELADAS (QUARENTA E SEIS MILHÕES, TREZENTOS E VINTE E OITO MIL QUILOS) ...... CAPACIDADE MÁXIMA DE PESSOAS: 3.547 ...... ÂNCORAS: 5 AO TOTAL - DUAS ÂNCORAS PENDENTES À BOMBORDO E ESTIBORDO COM 7.800 KG CADA, UMA ÂNCORA RESERVA CENTRAL NA PROA COM APROX. 16.000 KG, UMA ÂNCORA PEQUENA RESERVA SOBRE O CASTELO DE PROA COM 640 KG E UMA ÂNCORA RESERVA SOBRE O CASTELO DE POPA COM 1.290 KG ...... HÉLICES: 3 HÉLICES DE BRONZE: DUAS HÉLICES LATERAIS COM TRÊS PÁS (7 m. de diâmetro) E UMA HÉLICE CENTRAL COM QUATRO PÁS (5,2 m. de diâmetro) ...... LEME: 24 M. DE ALTURA, FORMADO POR 6 PARTES, PESO 101 TONELADAS ...... CHAMINÉS: 04 CHAMINÉS COM ABERTURA OVAL ( 7,30 M DE LARGURA TOTAL E CERCA DE 19 M. DE ALTURA).
 
Uma visão geral do Titanic
 .
Acompanhe na animação abaixo uma visão geral das acomodações interiores, aspectos técnicos e medidas do Titanic. A animação possui 101 quadros e termina após 7 minutos. Se deseja parar a animação, clique a tecla ESC em seu teclado. Para reiniciar a animação, atualize a página.
 .
Abaixo estão as figuras comparativas utilizadas nas demonstrações. São todas figuras bem próximas da nossa realidade, portanto facilitam o entendimento quando colocadas em comparação com as reais dimensões do navio.
.
Olympic e Titanic eram do mesmo tamanho?
Olympic....................................................... Titanic
02 de Março de 1912 - O Olympic (esquerda) adentra a doca Thompson (em Belfast, Irlanda do Norte) para efetuar os reparos na hélice de bombordo, após perder uma de suas pás em uma colisão com um banco de areia submerso em fevereiro. O Titanic (direita) em estágios de finalização têm sua viagem inaugural cancelada e remarcada para 10 de abril. Esta seria uma das últimas imagens dos dois navios-irmãos lado a lado.
Na foto acima, a curiosa impressão de que o Titanic (direita) é maior que o Olympic (esquerda), é devido à simples diferença de posição de ambos em relação à câmera do fotógrafo, ou seja, uma simples ilusão de ótica. Os dois navios-irmãos mediam 269 metros de comprimento e tinham também a mesma largura e altura (algumas poucas fontes dão conta de que o Titanic media 10 cm a mais, ou seja 269,1 m.). Porém o “trono” de maior navio do mundo oficialmente pertencia ao Titanic devido à seu peso adicional: O Titanic pesava 1.004 Toneladas a mais que seu navio-irmão, ou seja, 1 milhão e 4 mil quilos a mais que o Olympic (46.328 Toneladas do Titanic contra 45.324 Toneladas do Olympic). O critério de tonelagem adicional é historicamente utilizado para se referir ao Titanic como "maior" que o Olympic, embora ambos fossem precisamente do mesmo tamanho.

Portanto a resposta é SIM: Olympic e Titanic tinham exatamente o mesmo comprimento, largura e altura; embora o Titanic fosse ligeiramente mais pesado.
As dimensões métricas 
Acompanhe as dimensões métricas deste gigante do passado.
.  

Segue abaixo uma outra comparação


O transporte de passageiros no Atlântico Norte era a "mina de ouro" na época em que o Titanic foi construído. A imigração impulsionava este negócio enquanto que esta era também a única via de ligação entre a Inglaterra e os Estados Unidos e entre os continentes, numa época em que a aviação ainda "engatinhava" e as companhias aéreas não existiam. A empresa White Star Line planejou a construção da Olympic Class - Olympic, Titanic e Britannic - com intuito de ganhar ainda mais clientela e disputar com a companhia rival, a Cunard Line, o lucrativo transporte destes passageiros. Para conseguir este feito a White Star Line não apostou em velocidade, visto que a construção de seus três gigantes navios estava voltada para o luxo, ou seja, o tamanho e o conforto seriam seus grandes atrativos.

Na comparação abaixo entenda a co-relação de dimensões entre o Titanic, da White Star Line e o RMS Mauretania, o maior navio do mundo na época, da Cunard Line (o RMS Mauretania era o "navio-gêmeo" do RMS Lusitania).
.
* O RMS Mauretania e o RMS Lusitania, que eram os maiores navios do mundo, já haviam perdido o posto para o RMS Olympic em 1911. O Titanic só veio reconfirmar esta perca em 1912, quando entrou em serviço superou até mesmo o seu gêmeo RMS Olympic, pois era 1004 toneladas mais pesado.
O peso
Quanto pesaria um navio tão grande como este? Veja nas descrições abaixo.
.

*Se esta frota de 46.328 carros fosse colocada numa fila única, onde os carros ficassem encostados uns aos outros, resultaria num congestionamento com 182 Km de comprimento!!! ( considerando-se que cada carro - modelo GOL - tem cerca de 3,93 m de comprimento )
. As hélices 
.
O RMS Titanic era dotado de três hélices, as quais eram o ponto culminante do sistema propulsor. Haviam duas hélices laterais de três pás - que eram as maiores - e uma hélice central de quatro pás que era ligeiramente menor que as primeiras. O RMS Titanic era dotado de três hélices, as quais eram o ponto culminante do sistema propulsor. Haviam duas hélices laterais de três pás - que eram as maiores - e uma hélice central de quatro pás que era ligeiramente menor que as primeiras.
.
.Ao lado - Uma icônica foto do RMS Olympic atracado para reparos na doca seca Thompson, em Belfast, Irlanda do Norte; esta foto vem sendo incorretamente creditada ao Titanic ao longo das décadas. Ainda na foto ao lado, a hélice central parece ser maior do que as hélices laterais, o que é causado por uma ilusão de ótica, dado que as hélices laterais eram afastadas e a hélice central estava bem mais próxima da lente do fotógrafo.
.
O leme 
 .
Ao lado - O grande leme do RMS Olympic durante o processo de montagem. Nesta etapa da montagem o que se vê é apenas sua secção externa principal. O topo extremo do leme, onde localizava-se seu aparato de engrenagens, ficaria oculto junto à estrutura superior da popa do navio.

O leme é parte final e principal do sistema de controle da direção em um navio. O principio de funcionamento consiste em desviar o fluxo da água de modo que através de uma dupla de ação/reação conseguir levar o navio para a posição pretendida. O leme do Titanic era formado por seis partes unidas e pesava 101 Toneladas.
.
Abaixo, esquerda - O leme do RMS Olympic, navio-irmão do Titanic, fotografado enquanto o navio era finalizado na Doca Seca Thompson, em Belfast, Irlanda do Norte.
As chaminés
 .
Ao lado - A segunda chaminé do Titanic em um destaque de uma foto tirada em 10 de abril de 1912, minutos após a partida do porto da cidade de Southampton. As quatro chaminés do Titanic mediam cerca de 19 metros de altura em sua porção externa visível acima dos alojamentos do Convés de Botes; no entanto seus respectivos dutos se projetavam para dentro das entranhas do navio onde estavam instaladas as 29 caldeiras.

A característica exterior mais marcante no Titanic era, sem dúvida, as enormes chaminés responsáveis pela eliminação dos gases da queima de combustível, o carvão. O Titanic possuía quatro chaminés, sendo a última delas ( a 4ª, à ré) conhecida como chaminé "decorativa", visto que era dispensável na eliminação dos gases das salas das caldeiras, que se localizavam mais à frente. A introdução da 4ª chaminé veio com o intuito de complementar a simetria do Titanic e engrandecer ainda mais o aspecto do navio.
.
Vale ressaltar que a 4ª chaminé, conhecida como "decorativa", não era funcionalmente inválida, pois atuava na eliminação da fumaça das cozinhas, eliminação da fumaça da lareira da Sala de Fumantes da 1ª classe, eliminação dos gases da sala de máquinas e também servia como duto de condução de ventilação para várias partes do navio. Seu grande e principal diferencial era de que ela não expelia uma grande quantidade da conhecida fumaça negra assim como as outras; no entanto em determinados momentos, quando as cozinhas ou a lareira da Sala de Fumantes da 1ª classe estivesse em funcionamento, a 4ª chaminé expelia uma quantidade moderada de fumaça.
.
A âncora central 
.
Esquerda - O momento exato em que a âncora central do HMHS Britannic (o navio-irmão do Titanic) foi colocada à bordo. Na imagem à direita vê-se a âncora do Titanic ainda em seu local original nos escombros do navio.

.A âncora é um instrumento pesado que ao ser baixado prende-se em fundos rochosos, lodosos ou arenosos, fixando temporariamente o navio na posição desejada. No Titanic havia cinco âncoras ao total, mas apenas duas delas pendiam do costado na proa. A maior de todas elas era a âncora reserva central, que ficava em posição de repouso sobre um compartimento na parte frontal da proa do navio. Esta âncora fora fabricada pela empresa Hingley's of Netherton da Inglaterra e pesava 16 toneladas.
;.
O Titanic continua sendo o maior navio já construído?
Você já se perguntou por quanto tempo o Titanic estaria no posto de maior navio do mundo?
O Titanic, juntamente com seu navio irmão, Olympic, eram realmente os maiores navios do mundo, não havia transatlântico que desafiasse este trono em 1912. Os dois gigantes haviam vencido as dimensões dos dois navios irmãos da Cunard Line, o Mauretania e o Lusitania, ultrapassando-os em 30 metros.
RMS Lusitania - 239.88 m.......................................RMS Mauretania - 240.8 m
O “trono” de maior navio do mundo pertencia ao Titanic. Ainda que o Titanic possuísse exatamente o mesmo comprimento que o Olympic [269,1 m], o Titanic pesava 1.004 Toneladas a mais que seu gêmeo: 1 milhão e 4 mil quilos a mais que o Olympic. O critério de desempate entre o Olympic e o Titanic sempre fora apenas o peso adicional do Titanic.
Porém este reinado duraria apenas e tão somente 14 meses caso o Titanic não houvesse naufragado em sua 1ª viagem, pois em 20 de junho de 1913 partiria em sua primeira viagem o navio alemão SS Imperator, e este ultrapassava o comprimento do Titanic em 6 m e 90 cm, medindo exatos 276 m, contra os 269,1 m do Titanic. E além de ser maior no comprimento, o Imperator pesava 52.117 Toneladas contra as 46.328 Toneladas do Titanic, ou seja, o Imperator ultrapassava o Titanic em 5.789 Toneladas ( 5 milhões, setecentos e oitenta e nove mil quilos).
.......Abaixo - O navio alemão SS Imperator,
 ......que roubaria o título do Titanic em 1913, 
......mcom seus 276 metros de comprimento.
Não houve oportunidade para esta “passagem de faixa” entre Titanic e Imperator, visto que o Titanic naufragou em 15 de abril de 1912, cedendo o posto de maior navio do mundo ao seu navio irmão, o Olympic, que suportou este título até o momento em que o Imperator fez sua primeira travessia, em junho de 1913.
Os anos e décadas se passaram e obviamente os navios evoluíram ao mesmo passo em que evoluíram os métodos de construção e a tecnologia. Assim então surgiram maiores, melhores e mais luxuosos navios, em outros estilos obviamente, e que há muito ultrapassaram as “modestas” medidas do Titanic, o qual foi um gigante do distante ano de 1912.
Hoje o título de maior navio de passageiros do mundo pertence ao MS Allure of the Seas e ao MS Oasis of the Seas, dois navios de cruzeiro de alto luxo que pertencem à companhia Royal Caribbean International, a maior empresa de cruzeiros marítimos do mundo. O Allure of the Seas fez sua viagem inaugural em 01 de dezembro de 2010.

Acompanhe o gráfico comparativo


Assista abaixo a reportagem do FANTÁSTICO com a divulgação do navio OASIS OF THE SEAS, o navio irmão do ALLURE OF THE SEAS, cujos quais têm exatamente o mesmo comprimento.


Uma visão geral dos interiores do Titanic
*Reedição de imagem, adaptação e tradução por Titanic em Foco.
Abaixo: Uma ilustração publicitária de época sobre os dois navios irmãos, Olympic e Titanic, divulgada pela Companhia White Star Line, proprietária de ambos. A ilustração foi totalmente reeditada pelo Titanic em Foco para uma visualização básica das acomodações interiores do transatlântico.
Crédito
Pesquisa, composição de texto e edição de imagens - Rodrigo, TITANIC EM FOCO

46 comentários:

SERGIO JUNIOR disse...

Legal,belo post,realmente interessante.
As fotos comparativas ficaram muito boas assim como o texto. 46.328 carros para dar o peso do Titanic,que coisa,é muito carro.
Até mais.

Rodrigo disse...

Pois é amigo, é só fazendo estas comparações curiosas pra que se entenda qual era o tamanho real do Titanic, confesso que nem mesmo eu sabia dimensionar mentalmente o quão grande era o navio. Até ++

Lucas Rubio disse...

Ufa, consegui chegar aqui para comentar!
Nossa interessantíssimos as comparações, genuínas!!! Belíssimo trabalho, suas edições são PROFISSIONAIS. Se continuar assim será convocado pela Historical Titanic Society, hehe...

abraçãããão

joãopaulotitanic disse...

muito legal as comparações

Rodrigo disse...

Obrigado Lucas e João Paulo, se eu não me arriscasse na montagem destes comparativos nem mesmo eu saberia dimensionar o Titanic, pois eu não tinha esta idéia de tamanho gravado em mente,, acima de tudo, para mim foi mt interessante compor este post..

Obrigado pela visita.

Anônimo disse...

Muito Bom seu Blog, visite o meu, www.titanicosemacao.blogspot.com

Adorei, é bom termos mais e mais sites a respeito do Titanic para não deixar essa história fascinante ser esuqecida.

www.titanicosemacao.blogspot.com

Leonardo disse...

Quando você acha que ja conhece bem o návio,aparece mais coisas para você aprender rsrs,imaginava que a quarta chaminé fosse extremamente invalida,como diz no Titanic A Lenda,o colocaram para engradecer mais o navio.

Rodrigo disse...

Olha leonardo, até a data em que escrevi esta matéria eu ainda não tinha uma prova visual de que o 4º chaminé era conectado às cozinhas, me baseei apenas em informações relativamente seguras. Mas há poucos dias encontrei a prova, uma imagem de publicidade da época que mostra exatamente as tubulações que correm de dentro dos chaminés para as cozinhas, enfim, é realmente verdade afirmar que a 4ª chaminé eliminava alguma fumaça.

rander disse...

massa a comparação seria algo epico mais a diferença de tempo enfluençia muito pois para a epoca em q o titanic foi construido ele foi feito realmente algo extraordinario ....mais a historia do titanic deixa qualquer um navio a sua sombra.....

Rodrigo disse...

Olá Rander, seja bem vindo ao TITANIC EM FOCO

Você comentou algo que realmente me fez pensar... O Titanic já não é o maior e nem o mais luxuoso navio já construído faz muito tempo, porque os tempos são outros e tudo evolouiu desde 1912, quando o Titanic realmente era um dos maiores e mais luxuosos navios já construídos.

E você está certo em dizer que a história do Titanic, e sua fama, deixa qualquer outro navio à sua sombra... isto é uma verdade que está à olhos vistos. Basta que se pergunte à qualquer pssoa: Diga o nome de um navio!!? A resposta parece óbvia: Titanic.

E só não enxerga este fato quem não quer, só pensa que o Titanic foi o maior e melhor navio do mundo quem quiser... Ele foi grandioso e espetacular em sua época, mas não fosse sua história tão dramática, hoje ele seria apenas mais um dentre tantos grandes e belos navios que cruzaram os mares... assim como foram grandiosos o Lusitania, Mauretania, Olympic, Queen Mary, Queen Elisabeth, Normandie, Ille de France, Aquitania... enfim,,, tantos outros navios grandiosos...

Anônimo disse...

Olá à todos que estam lendo o Blog Titanic em Foco, mais um maravilhoso post do Rodrigo.
Mas eu vim tirar uma dúvida,comecei recentemente a construir um modelo do Titanic com um motor a vapor muito parecido com o do Navio naufragado,mas eu queria saber a localizaçao dos rebites nas chapas, pois eu achei o tamanho dos rebites na escala1/170 mas eu nao achei a localizaçao destes nas chapas.
Se alguem puder me ajudar eu agradeço muitíssimo desde já!!!!

Anônimo disse...

oi tu sabe qual a altura individual de cada andar, por exemplo deck B?

Anônimo disse...

Olá Rodrigo, vim perguntar algo: voce tem ideia de qual é o tamanho dos rebites do titanic quanto os de aço como os de ferro, e a localização destes na chapa, pois eu estou fazendo uma maquete e preciso mesmo desta informação!
Muito obrigado desde já!!!

Rodrigo disse...

Olá

Infelizmente também não tenho nenhuma referência (planta) com o guia de rebitagem. E isto é um dos fatores que ainda me impedem de construir um novo modelo em maior escala...

Luiz Renatto disse...

muito bom saber dessas coisas, sou fascinado pela história não só do Titanic mas também dos seus irmãos Olympic e Britanic. Parabéns.

Rodrigo disse...

Oi Luiz, obrigado pela atenção ao blog. Sou também um curioso admirador das trajetórias destes navios. Criei o blog com a intenção de me manter ligado à história. É pesquisando e publicando que eu aprendo e descubro coisas novas.

Seja bem vindo.

Anônimo disse...

Amigo estou precisando de uma planta do titanic para desenhar, tem como posta, bem detalhada ?

Rodrigo disse...

Oi

Infelizmente não tenho plantas, fico devendo.

Anônimo disse...

suas materias sao otimas!!!
por favor tente colocar imagens do interior do rms mauretania...
abçs

Rodrigo disse...

Grato pela atenção ao blog. Por hora não tenho plano de novas matérias. Mas a dica é boa.

Até mais

Dharana disse...

Oi,Rodrigo!Que post interessante!Dá para ter uma idéia como o Titanic era grandisoso O_O

Agora tenho uma pergunta:Qual era a distância entre as chaminés?Tem uma parte do post que explica sobre elas,mas não dá a distância entre uma e outra.

Se puder responder,agradeço! =)

Rodrigo disse...

Oi Dharana. Depois de uma análise e cálculo rápido, descobri que a distância era de 28 metros entre uma chaminé e outra. Este é um valor obtido através de cálculo com conversor de escala, portanto pode variar ligeiramente da realidade (varia muito pouco, acredito que menos de 1 metro).

Acabei descobrindo recentemente que a verdadeira altura das chaminés era cerca de 19 metros, e não 22 metros como citado na maioria das fontes (inclusive aqui).

O erro é causado porque os projetistas consideraram a altura das chaminés desde o piso do Convés de Botes até o topo negro; quando deveriam calcular somente a parte efetivamente vista pelo lado exterior do navio, ou seja, o cálculo de altura deveria ser somente da porção "laranja com topo topo", e é esta área externa visível que media 19 metros.

Irei repôr estes valores aqui em breve.

Até mais.

Douglas Spilmann de mello disse...

Nossa dimais as histórias e comparações do Titanic, mas ainda prefiro 10x mais o Titanic, do que o novo navio Oasis oh the seas, querem comparar as tecnologias do século XXI com a tecnologia daquela época.Sempre e Sempre Titanic.

Rodrigo disse...

Olá Douglas

Igualmente de minha parte... São navios diferentes, em épocas diferentes e com propósitos diferentes. O Titanic foi feito na época do navio-arte, hoje os navios não vão além de gigantescos apartamentos modernosos que flutuam. São grandes, são imponentes e são luxuosos, mas para meu gosto não são belos, apenas imponentes.

Gustavo Marques Santos disse...

Ufa até que enfim cheguei aqui pra comentar, meu mouse tá até pegando fogo... enfim, realmente interessante as informações passadas,
com certeza, posso dizer que os capitães da nossa geração aprenderam muito com o titanic (exceto o do Costa Concordia) mas tenho certeza que esse navio da classe Genesis, veio pra ficar.

Gustavo Marques Santos disse...

...ah sim, e muitas pessoas gostam muito do Titanic pois se emocionaram e se envolveram demais com o conflito adicional criado por James Cameron, mesmo o caso sendo ficticio e sem numca ter acontecido o produtor foi muito fiel ao navio nas filmagens, porem não existiu nenhum romance de nunhuma Rose e nenhum Jake.

Anônimo disse...

Olá, em relação as Âncoras do TITANIC, diz ter 5 âncoras, duas pendiam na proa, e as outras? Lembrando q a maior ficava em posição de repouso na parte frontal, e diz também ser a reserva, mas afinal como assim reserva? ela também era "decorativa" como a ultima chaminé? e se ela não era dispensável, como era feito e deslocamento dela para o devido fins se afinal ela pesava 16.000kg e ficava em repouso na parte na parte superior??

Rodrigo disse...

Olá

A localização de cada uma das âncoras está descrita na matéria. As duas âncoras sobre as quais acredito que você não saiba a localização são:

01 âncora (640 kg) localizada precisamente na borda de estibordo, ao lado do mastro frontal, deitada sobre o "Castelo de Proa". É possível ver esta pequena âncora nas cenas do "vôo sobre o navio" no filme "Titanic" (1997).

01 âncora (1.290 Kg) localizada no extremo da popa, colocada em posição inclinada e atada às grades do navio. É possível ver esta âncora nas cenas em que a personagem ficcional "Rose" (Kate Winslet) tenta suicídio no filme "Titanic". A âncora aparece durante todo o desenrolar da cena.

Estas duas âncoras que acabei de descrever não foram feitas para uso contínuo, eram exigidas por lei e serviriam para usos diferentes em relação às duas âncoras grandes pendentes na proa (que eram as duas únicas realmente preparadas para uso a qualquer momento).

A âncora reserva central de 16 mil Kg também foi feita e colocada no navio porque era uma exigência da lei; ela não foi feita para ser utilizada constantemente. Ela foi colocada sobre o compartimento da proa do Titanic pelos guindastes dos Estaleiros Harland and Wolff durante o processo de equipagem.

Para colocá-la em uso era necessário atá-la a um cabo de aço super grosso que foi armazenado no Convés diretamente abaixo dela. Bastava-se passar a ponta do super cabo de aço pelo orifício frontal da proa do Titanic e então prendê-la ao cabo; o aparato de guinchos faria o trabalho restante, de tracionar o cabo de aço liberar e recuperar a âncora. Curiosamente, esta âncora reserva não possuía corrente de aço como as outras, o trabalho de suspensão ficava por conta do cabo de aço.

DETALHE: A âncora reserva central do Titanic jamais foi utilizada. E existem raríssimas fotos da mesma âncora correspondente do Olympic em uso.

Para levantar a âncora reserva central de seu compartimento, bastava-se prendê-la ao guindaste branco em forma de "A", instalado no extremo da proa. Este guindaste é super visível também nas cenas do filme "Titanic", especialmente durante as cenas do "Eu sou o rei do mundo!".

CURIOSIDADE: O navio alemão "SS Vaterland" também possuía uma âncora reserva central, mas diferente do caso do Titanic, ela foi definitivamente presa ao extremo externo da proa pelo lado de fora, pronta para ser utilizada a qualquer momento. VEJA A FOTO

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/5d/Bundesarchiv_Bild_137-022366,_Hamburg,_Dockung_4._S.S._%22Vaterland%22.jpg

Bem, espero ter esclarecido algo. Agradeço a atenção ao blog.

Anônimo disse...

Bom Rodrigo muito obg. por esclarecer minha duvida relacionado às Âncoras, pesquisei no film e as consegui visualizar sim, em relação a âncora central e totalmente diferente mesmo ao SS “Vaterland”..

Rodrigo, tenho outra duvida que mesmo querendo jamais consegui entender.. No filme quando avista o Iceberg e o Sr. Murdoch da ordem de;
"Virar tudo a Estibordo!"
E o condutor vira o timão toda à “esquerda” para evitar a colisão frontal certo?
Conforme minha pesquisa “Estibordo=Lado Direito” e “Bombordo=Lado Esquerdo”
Agora vem a minha dúvida, Porque então quando a ordem de Tudo a Estibordo que no caso seria lado Direito ele vira tudo a Esquerda??
Já perguntei algumas pessoas em relação à mesma, mas não conseguiram me explicar..
Obg. desde já e Parabéns pelo Blog. *Evandro..

Rodrigo disse...

Oi Evandro

A razão disso é que na ‘Marinha Mercante Britânica’ as ordens de manobra eram dadas como se o piloto ao timão estivesse na verdade segurando um cabo de leme (como se ele estivesse a bordo de um bote simples, segurando o cabo de um leme); isto era um detalhe antiquado reminescente dos antigos navios à vela (em um bote com leme de madeira, este tipo de ordem faz todo o sentido até hoje).

Na época do Titanic, a ordem “Virar para estibordo" significava “Posicione o cabo do leme para estibordo”. Este movimento viraria o navio para bombordo.

Essa regra esquisita e antiquada mudou em 1932 para o modelo lógico, e a nova regra entrou em vigor em 1933, colocando a Marinha Mercante Britânica a par das atitudes tomadas pelas outras marinhas do mundo. De 1933 em diante a ordem “Vire para estibordo” começou a significar efetivamente para o timoneiro: “Vire o timão do navio para estibordo”.

Se você não compreendeu corretamente a explicação técnica, esqueça tudo o que eu disse e se imagine segurando o cabo do leme de um bote. Aplique a mesma regra dada ao oficial do Titanic no cabo do leme, e você entenderá com perfeição os motivos do movimento inverso do timoneiro. Analise com calma que você entenderá.

RESUMINDO: As ordens de manobra na época do Titanic eram baseadas em ordens utilizadas em barcos antigos... Como se na realidade o piloto do Titanic estivesse segurando o próprio cabo do leme. Quando o piloto Robert Hichens recebeu a ordem “Virar para estibordo!”, ele não estava agindo com pensamento no timão do navio, mas sim como se ele estivesse segurando o cabo de madeira do leme de um bote comum; e é por isso que ele agiu movendo o leme para o sentido contrário: porque sua atitude de virar o timão para bombordo imediatamente virou o leme (dentro da água) para bombordo... e o Titanic igualmente virou para bombordo.

James Cameron falou várias e várias vezes sobre isto, explicando que isto não é um erro do filme; ou seja, ele reproduziu no filme uma regra 100% correta utilizada na época do Titanic. Se eu não estou enganado, em um dos documentários que estão no DVD Nº 04 da Edição de Colecionador de 2005, James Cameron explica exatamente sobre este detalhe.

Até mais.

Anônimo disse...

ola rodrigo eu gostaria de saber quantos metros o titanic ficava abaixo da agua em quanto flutuava e quantos metros de altura da linha da agua ate o conves de botes .

Rodrigo disse...

Olá. Agradeço a atenção ao blog e a pergunta, mas preciso ao menos de seu nome para saber com quem estou falando. Até mais. ;)

edvan disse...

ola rodrigo eu gostaria de saber quantos metros o titanic ficava abaixo da agua enquanto flutuava e quantos metros de altura ate o piso do conves de botes pois estou fazendo um titanic e ainda nao achei plantas com medidas e informaçoes precisas o suficiente

Rodrigo disse...

Oi Edvan, seja bem vindo.

Acredito que foi você quem fez a pergunta acima, na qual pedi que pelo menos indicasse seu nome. É apenas uma formalidade simples, porque recebo muitos comentários e é importante saber com quem falo.

O Titanic possuía exatos 10,5 metros imersos na água (porção vermelha do casco). Da linha d'água até o Convés de Botes eram 18,5 metros. Cada mastro media cerca de 49 metros de altura.

Bem, estas são as medidas básicas. Espero ter contribuído. Muita sorte em criatividade em seu trabalho, quando terminá-lo se quiser pode enviá-lo ao blog que eu publico a foto na matéria "Envie sua arte, o Titanic em Foco exibe".

Até mais.

edvan disse...

obrigado rodrigo me ajudou muito com essas informaçoes seu blog tem posts muito interessantes continue assim .

Anônimo disse...

White Star Line - 1912

Medidas reais do RMS Titanic.

Comprimento: 882 pés 9 polegadas - tradução 269, 06 metros.

largura: 92 pés 9 polegadas - tradução 28, 19 metros.

altura total do navio, a partir da quilha para o topo da chaminé: 175 pés - Tradução 53, 34 metros.

altura a partir da linha de água para o convés dos botes: 60 pés 6 polegadas - tradução 18, 44 metros.

debaixo d'água do navio: 34 pés 7 polegadas - tradução 10, 54 metros.

Altura as chaminés: 63 pés - tradução 19, 20 metros.

altura dos mastros: 205 pés - tradução 62, 48 metros.

Você visualizador do Titanic em foco: estas são as medidas reais do navio. Espero ter ajudado na sua investigação, ou curiosidade.

Pesquisa: jose aurelio 28 anos da europa expert do Titanic.

para: TITANIC EM FOCO.

fontes e pesquisa: www.titanic-theshipmagnificent.com - www.titanicuniverse.com - www.boris-lux.de - wikipedia.

Saudações a todos. Obrigado.
jose aurelio.
da Europa.

Rodrigo disse...

Oi Jose, agradeço as observações. Todas são diferentes das medidas que eu indiquei, mas todas estão corretas de acordo com as fontes originais, que são em pés e polegadas, medidas raramente utilizadas no Brasil. As divergências de até 40 centímetros são toleráveis em alguns casos. Como a matéria não é direcionada ao "público técnico", não há necessidade de ser preciso ao nível "sub-atômico"...

A única medida sua que está realmente errada é a dos mastros. No livro “Titanic the Ship Magnificent” (Volume 2, página 251 e 253) está descrito claramente que o mastro dianteiro media 157,6 pés e o mastro traseiro media 154,6 pés; estas medidas se referem à porção visível dos mastros para quem olhava o navio externamente.

Ambos os mastros tinham parte de sua altura “inserida” nos conveses, como forma de sustentação. Porém estas medidas que citei são as medidas que contam para o observador externo.

Convertendo a escala de pés para metros, fica assim:
Mastro dianteiro – 48 metros de altura visível (do castelo da proa até o topo extremo)
Mastro traseiro – 47,09 metros de altura visível (do Convés A até o topo extremo)

Bem, é isto o que eu tinha para observar. As demais medidas que você passou estão todas corretas.

Até mais, agradeço a contribuição detalhada.

Anônimo disse...

Jose. a

E rodrigo.

Nem você está errado, nem eu.

Você disse as medidas externas dos mastros, e eu disse as medidas globais.

De qualquer maneira o nosso imenso conhecimento mútuo se fundem para proporcionar o espectador a máxima qualidade.

Eo dia em que você decidir se aposentar, mais cedo ou mais tarde
este continue a ser o melhor blog e recorde do Titanic na história do Brasil sem menosprezar os outros.

¡Titanic em foco Do brasil! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! !

Abraço, abraço, forte...

Você sempre me motiva a continuar e pesquisar. você transforma a chama dentro de mim.

Espero que eu provocá-lo, o mesmo sentimento que você me causa a meu. E deixar os dois pegada conjunta.

Espero que você chegar lá com seu blog lendário as crianças para eles ficar presos absorvidos por esta história inesquecível que faz parte da história deste planeta. Transformá-los em pessoas educadas, retirando-os dos perigos do mal que espreita no mundo.

Eu ficaria muito feliz com isso.

Eu acho que se uma criança vem até você e diz: ''Eu li o seu blog,'' você deve estar no céu, missão cumprida. Porque eu insisto eles continuaram a história viva.

RMS TITANIC. Per sempre, sempre perdido, sempre lembrado.

Saudações a todos. Obrigado.
Jose aurelio esportista admirador expert do S.S. Titanic.
do continente europeu.

edvan disse...

ola rodrigo me surgiu uma duvida muito importante a respeito da estabilidade do titanic ``o titanic era totalmente estavel em largura e comprimento.
pois olhando algumas fotos da pra perceber que para a proa os pisos sao mais inclinados para cima isso e verdade ou ilusao de otica ´´

Anônimo disse...

White Star Line - 1912 Transatlântico. Dados técnicos.

As medidas reais do RMS Titanic.

Comprimento: 882 pés 9 polegadas - tradução 269, 06 metros.

Largura: 92 pés 9 polegadas - tradução 28, 19 metros.

Altura total do navio da quilha ao topo da chaminé 175 pés - tradução 53, 34 metros.

A altura da linha de água ao convés dos botes do navio: 60 pés 6 polegadas - tradução 18, 44 metros.

parte submersa do navio: 34 pés 7 polegadas - tradução 10, 54 metros.

chaminés Altura: 62 pés 5 polegadas - Tradução 19, 02 metros. Forma oval - largura das chaminés: Vertical oval 22 pés e 24 polegadas - Tradução 7, 31 metros. dimensão transversal: capacidade de duas locomotivas colaterais lado a lado no interior.

Altura total dos mastros: 205 pés - tradução 62, 48 metros. altura exterior visível dos mastros: mastro frontal do castelo de proa - ao fim 157 pés 6 polegadas - tradução 48, 00 metros. mastro traseiro: a partir do convés A - ao fim 154 pés e 6 polegadas - Tradução 47, 09 metros.

(Um guindaste estava no mastro da proa, usado para carregar carros e bagagens).

Iluminação: (320 quilômetros da fiação elétrica. e mais de 10.000 lâmpadas iluminado ao navio).

Estou pesquisando trabalhando muito duro para completar a minha coleção e quero compartilhar minha paixão com todos, espero que gostem.

Eu sei que no Brasil não medido por polegadas. mas é como fazem os anglo-saxão, e são eles que têm a história e dados. Mas para isso é que eu traduzi para todos em metros.

Jose aurelio. Para Titanic Em Foco.

Fontes e pesquisa.
www.titanic-theshipmagnificent.com - www.boris-lux.de - Wikipedia - www.titanicuniverse.com - www.titanic-whitestarships.com - www.jmilford-titanic.com.

Muito obrigado.
Jose aurelio.
da Europa.

Rodrigo disse...

Oi Edvan,

não entendi direito com que finalidade você usou o termo "estável"...

Mas, trocando em miúdos, a sensação de que a proa era mais alta do que a popa é real.

Havia realmente um desnível de cerca de 1m entre a popa e a proa (a proa era mais alta). Eu nunca me apliquei em saber qual é a exata finalidade deste sensível desnível de pisos.

Além disso que o Titanic possuía uma curvatura leve dos seus extremos, chamada "sheer" (curvatura no sentido do comprimento do navio), e outra curvatura lateral de seus pisos chamada "camber" (curvatura dos pisos para as laterais do navio). Ambas as curvaturas foram incluídas por motivos técnicos, ambas tinham finalidade prática.

Não vou esmiuçar detalhes porque a "WIKI" inglesa fala muito melhor do que eu. Se você quiser saber com mais proximidade, sugiro que pesquise com os termos que eu citei.

Bem, isto é até onde eu posso dizer. Até mais, agradeço a atenção à matéria.

Anônimo disse...

Jose. A Admirador e expert do Titanic.

Comentário para o leitor, espero que gostem e aprendam.

Para acabar com os meus comentários sobre esta maravilhosa matéria que me encantou.

É essencial fazer um esclarecimento, seria bom para todo o planeta tinha isso em mente.

Vamos ver, muitos idiotas no mundo
tentam sem alcançá-lo, desacreditar o deus Rms Titanic. E fazem uma comparação destes prédios e caixas flutuantes mal chamados navios que existem hoje, com ele.

Eu sempre pensei que muitos são contra certas coisas por nenhuma outra razão ou motivo que como o resto do mundo adoram, e o titanic por sua importância e sucesso tem grandes detratores, mas a inveja mata a alma e envenena.

Então o Titanic, como eu sempre disse deve ser julgado em seu tempo, é importante que as pessoas que não têm muito conhecimento do Titanic o público em geral, explicar isso a partir dessa perspectiva.

As docas de Nova York na época teve de ser prorrogado, docas de Southampton tiveram que ser dragado, e o estaleiro teve que ser feito de novo para a existência do titanic, o navio que mudou o mundo.

Para você tenha uma idéia do que significou ese navio na época, dizer que atualmente o titanic é maior do que alguns cruzeiros do mundo.

E as grandes construções os mais grandes navios existentes hoje com toda a tecnologia que temos hoje não são mais de 100 metros que o titanic, que não é muito em termos de navios, desses grandes transatlânticos.

Conclusão o titanic é de uma outra dimensão, de outro mundo para o ano de 1912, e é isso que deve ficar claro para o público em geral, devem saber disso.

Para não mencionar de outros aspectos técnicos, eo que significou esse navio pela arquitectura da história marítima.

RMS TITANIC. Sempre a maravilha da tecnologia.

ótima matéria.

Saudações a todos. Obrigado.
jose aurelio.
da Europa.

Anônimo disse...

Me chamo George.
Olá Rodrigo, admiro muito seu trabalho e acompanho sempre que posso seu blog. gostaria de saber se você poderia me falar um pouco sobre o leme do Titanic, existem vários equipamentos dele que não entendo a função, talvez um poste sobre a construção e acessórios dele seria legal, E também gostaria de saber qual o propósito de terem colocado um casco duplo no Titanic e porque de nada adiantou na colisão com o iceberg. Desde já agradeço a atenção. Abraço!!

Rodrigo disse...

Oi George
Agradeço a atenção ao blog.

Sobre o aparato técnico do Titanic posso falar muito pouco, porque não é minha área de interesse. Concentro minha atenção no aspecto visual e artístico do Titanic e de seu legado.

Sobre o leme posso falar apenas o que já descrito no blog... De informação adicional sei apenas que o aparato técnico e de movimentação do leme estava alojado no Convés C, diretamente abaixo da popa, atrás da Sala de Fumantes e do Salão Geral da 3ª classe.

Sobre o casco duplo... até onde eu estou informado apenas o fundo do navio era duplo, mas não o casco lateral em si. Cascos duplos têm finalidade de proteção extra em casos em que a água extravase para dentro: Ao encontrar uma "segunda pele", a água se infiltra apenas neste espaço entre os dois cascos, mas não penetra para dentro do ambiente do navio. O esquema de fundo duplo do Titanic pode ser visto no gráfico final desta matéria.

Após o desastre do Titanic, o Olympic sofreu uma infinidade de alterações, e seu fundo duplo foi estendido para as laterais até determinado ponto. O Olympic se tornou então "um navio dentro do navio", como ressaltado pela publicidade feita após as alterações do casco.

Bem é isto. Como sou um entusiasta, não um especialista, minha atenção está concentrada em determinados pontos apenas.

edvan disse...

ola rodrigo quantos metros exatamente tinha cada andar do titanic

Rodrigo disse...

Oi Edvan,

A altura dos conveses do Titanic não era padronizada, cada convés possuía altura diferente, que ia desde 2,43 m (Convés G, por exemplo) até 3,23 m (Convés D, por exemplo). A média geral de altura era de aproximadamente 2,73 metros.

A título de curiosidade estas informações servem.. MAS: Se você pretende fazer uma maquete do Titanic, esta média não serve, tampouco qualquer medida avulsa. Para a construção de maquetes corretas é INDISPENSÁVEL uma planta completa do navio... Algo que não há disponível no Brasil, apenas no exterior.

Até mais.