oncontextmenu='return false'>expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

"Uma Noite Fatídica" / "A Night to Remember" - Chega ao Brasil o célebre livro sobre o Titanic publicado por Walter Lord em 1955


Seja bem vindo ao Titanic em Foco

É com prazer que o Titanic em Foco anuncia que finalmente, após 57 anos de seu lançamento original, chega ao Brasil "Uma Noite Fatídica", a versão em português do livro “A Night to Remember”, considerado a obra definitiva sobre a última noite do Titanic, escrito pelo historiador norte-americano Walter Lord e publicado no ano de 1955. Agora nós, os leitores brasileiros, temos a oportunidade de apreciar por completo este trabalho que ainda hoje é considerado a mais autêntica narração dos fatos ocorridos a bordo do Titanic entre a noite de 14 e a madrugada de 15 de abril de 1912. O livro traz um texto primoroso, tão vívido em sua narrativa e detalhes que coloca o leitor junto das 2.200 pessoas, reunidas no Titanic e indo de encontro ao destino. 
 Quer ter em sua coleção ou acervo a mais conhecida e aclamada obra sobre a última noite do Titanic?

Então não perca a oportunidade de adquirir 

"Uma Noite Fatídica"

SINOPSE

Em 10 de abril de 1912, o Titanic zarpou de Southampton, na Inglaterra, para sua viagem inaugural rumo a Nova York. Era o maior e mais luxuoso transatlântico até então construído, com tecnologia tão avançada que se acreditou que o navio seria "inafundável". Na noite de 14 de abril, ele colidiu com um iceberg e foi a pique. Mais de 1.500 passageiros e tripulantes morreram nas águas do Atlântico, na primeira e última viagem do Titanic.

Nos anos 1950, quando decidiu fazer um relato sobre o desastre, o escritor Walter Lord localizou mais de sessenta sobreviventes, além de outras dezenas de pessoas de alguma forma envolvidas com o naufrágio. Lord entrevistou-os para reconstituir tudo o que ocorreu na última noite do navio, bem como na madrugada do dia 15, quando os sobreviventes tiveram de esperar durante horas em botes no oceano até serem resgatados.

Publicado em 1955, "Uma Noite Fatídica" tornou-se imediatamente um best-seller nos EUA. Atualmente, é considerado o mais importante livro sobre a tragédia, pela precisão na apuração dos eventos, riqueza das informações obtidas e força do relato. O pioneirismo e a acuidade de Lord também fizeramde seu livro referência incontornável para quem se interessa pela história e mitologiado navio. James Cameron recorreu a Lord como consultor de seu filme Titanic. "Da primeira à última página, "Uma Noite Fatídica" versa sobre as pessoas que habitaram brevemente o Titanic, e nenhum outro autor terá a oportunidade de falar com tantos deles", observou o escritor Nathaniel Philbrick. "Por essa razão, o livro de Lord nunca poderá ser superado." 

Dados técnicos

Título original - A Night to Remember
Autor - Walter Lord
Tradutor - Tomás Rosa Bueno
Área - História / reportagem
Páginas - 296
Formato - 14 cm x 21 cm
Lombada - 1,8 cm
Peso estimado - 360 g
Acabamento - brochuraDisponível em

  
Opinião do Titanic em Foco

“Tentar se colocar no local, na pele e na mesma situação das pessoas que estiveram à bordo do Titanic”... 
 
Esta é a frase que possivelmente determina a maneira mais eficiente de tentar entender o verdadeiro significado humano e conseqüências desta tragédia de há 100 anos atrás. É é exatamente por isto que indico o livro “Uma Noite Fatídica”. Ao ler – e reler - esta narrativa mantive o constante sentimento de que estava presente naquele navio, naquela noite e com aquelas pessoas. Walter Lord, ao escrever seu livro em 1955, certamente sabia do extremo valor contido na autenticidade de sua pesquisa e da narração viva em sentimentos e detalhes que tornou o seu livro tão indispensável para os que realmente se interessam pelo “caso Titanic”. No entanto certamente ele próprio não sabia o quanto a palavra “TITANIC”, já então feita uma lenda em sí mesma, permaneceria viva na memória histórica e coletiva mundial. Não resta a menor dúvida de que qualquer pessoa que se diga realmente interessada por este acontecimento histórico merece apreciar este livro; “Uma Noite Fatídica”, melhor do que tantos outros já publicados ao longo dos anos, mostra o Titanic como um grandioso palco onde as histórias que realmente se fazem vivas e importantes são as das 2.200 pessoas que nele embarcaram e as das 1.500 que dele jamais se separaram.

 Ao lado - Cena do filme "A Night to Remember" (1958), baseado no livro de Walter Lord.

Curiosidades sobre o livro "Uma Noite Fatídica"
 
Primeira edição, EUA, novembro de 1955.... Versão portuguesa, maio de 1998....Versão brasileira, outubro de 2012

O livro de Walter Lord já foi traduzido para mais de 12 idiomas diferentes nos últimos 57 anos, inclusive Portugal já teve sua versão traduzida, onde recebeu o nome “A Tragédia do Titanic”. Mas esta é a 1ª vez que é publicado em tradução brasileira, e aqui recebe o título “UMA NOITE FATÍDICA”.

O interesse do escritor Walter Lord pelo Titanic começou quando em 1926, aos nove anos de idade, ele viajou a bordo do RMS Olympic, o navio irmão do Titanic. Como ele próprio citou mais tarde, ele gastou seu tempo a bordo do Olympic “rondando” e tentando imaginar aquela “coisa tão grande” afundando.

Ao lado - 1926, Walter Lord se diverte jogando  shuffleboard à extrema ré do Convés de Passeio da 1ª classe do RMS Olympic, o navio-irmão do Titanic. Ao fundo pode-se observar discretamente um dos guindastes de carga e a porta de entrada para o Palm Court, uma petiscaria da 1ª classe.

Então começou a ler sobre o Titanic e a desenhá-lo quando tinha 10 anos, e passou muitos anos colecionando coisas relacionadas ao navio, levando as pessoas a “tomar nota desta esquisitice”. Mais tarde se formou em história e começou a trabalhar em uma agência de publicidade. Escrevendo em seu tempo livre, ele conseguiu entrevistar (ao vivo e por correspondências) cerca de 60 sobreviventes da tragédia.

Desde seu lançamento em 1955 o livro “A Night to Remember” nunca deixou de ser reimpresso. Este o 2º livro publicado por Walter Lord, de uma série de 12 obras com variados temas históricos diferentes escritos ao longo de sua carreira. Lord falesceu em maio de 2002 com 84 anos em Manhattan, New York. 

Ao lado - Walter Lord em 1966

Em 1956 o livro recebeu sua primeira dramatização para a TV, no capítulo “A Night to Remember”, um espisódio da série “Kraft Television Theatre”, da NBC. A produção utilizou 31 cenários, 107 atores e foi encenada ao vivo na TV, sendo então assistida por 28 milhões de espectadores.

Em 1958 o livro foi base para o filme “A Night to Remember”, conhecido no Brasil como “Somente Deus por Testemunha”.

Ao lado - Cena do filme "Somente Deus por Testemunha", 1958.

Assim como Walter Lord, o produtor deste filme, William MacQuitty, também tinha uma conexão indireta com o Titanic, pois quando tinha seis anos de idade havia visto o casco do Titanic ser lançado à água no dia 31 de maço de 1911. William MacQuitty era irlandês, nascido em Belfast, a cidade onde o Titanic fora construído. Da mesma maneira que o livro de Walter Lord, o filme “A Night to Remember” é considerado definitivo pelos críticos e historiadores, a melhor representação histórica da tragédia do Titanic para o cinema.

Assista aqui ao filme "A Night to Remember", que fora baseado no livro de Walter Lord 
(com legendas) 
Divulgação Diogo Santos
Dica

Titanic em Foco

*** O TITANIC EM FOCO faz unicamente a divulgação da obra em colaboração com a EDITORA TRÊS Estrelas, não assumindo nenhuma responsabilidade no processo de compra/venda; o qual é de responsabilidade única e mútua entre o comprador e os sites vendedores.

38 comentários:

Lucas Rubio disse...

ISTO É FANTÁSTICO!!! IREI ADQUIRIR O MEU O MAIS RÁPIDO!

Victor Laurant (Tirano) disse...

Mal acredito que o livro foi lançado aqui! Comprarei assim que puder.

Rodrigo disse...

Pois é amigos, finalmente. É incrível que hajam tantos livros com qualidade extrema sobre o Titanic e que uma quantidade tão pequena esteja disponível em português.

Mas "Uma Noite Fatídica" vêm para preencher um lugar que há muito tempo estava vazio. Espero sinceramente que as editoras brasileiras estejam atentas ao mercado aberto nesta área, pois este é um assunto de grande interesse, não só para entusiastas, mas para a população de um modo geral.

O Titanic indiscutivelmente desperta a curiosidade e o interesse de muitos ainda. Boa leitura à vocês, eu sei que o livro oferece uma fantástica compreensão dos sentimentos que rondaram aquela noite.

Emanuelle Kotsan disse...

Maravilha!
Este final de semana irei comprá-lo!
;)

jorge heitor disse...

Olá posso pedir a todos os leitores e também a o dono do blog que visitem meu blog TITANIC O NAVIO TITâNICO obrigado e fico agradecido

Lucas Rubio disse...

O meu livro acabou de chegar hoje!!! Parece ser muito bom e cheio de conteúdo histórico e real do navio!!! Estou fascinado e muito feliz!

Obrigado pela dica, Rodrigo!

Rodrigo disse...

Opa, que bom amigo. Não deixe de contar o que achou da leitura quando acabar, quero saber sua opinião. Abraço, aguardo hein.

Luciano Spears disse...

Vou comprar assim que der ^^

Luciano Spears disse...

Não aguentei esperar, acabei de comprar o meu ^^
Agora é só esperar chegar

Rodrigo disse...

Opa, muito bem Luciano, boa leitura, sei que irá gostar. Eu estou relendo, e continuo intrigado com a qualidade do texto e com o sentimento "cara a cara". Walter Lord sabia o que estava fazendo quando escreveu. Não deixe de contar o que achou do livro amigo. Até, aguardo sua opinião.

Luciano Spears disse...

Meu livro acabou de chegar, vou começar a ler, e vou comentar o que achei assim que possível.

Dharana disse...

Oi,Rodrigo!O livro passa que é bem interessante,mas tenho uma dúvida:Que parte da história do Titanic ele é voltado?É contada desde o começo do projeto do navio ou apenas descreve como foi a noite do naufrágio?

Tomara que tenha o livro nas livrarias do Rio,pois pretendo tê-lo =)

Rodrigo disse...

Oi Dharana. O livro trata do irtervalo de tempo entre a colisão com o iceberg e a manhã de 15 de abril de 1912, unicamente desta parte. A narrativa é impressionante e os detalhes igualmente. Se você têm interesse por este trecho da história, te garanto que não vai se arrepender, o livro é reconhecido mundialmente pela qualidade narrativa e pela coletânea impressionante de fatos narrados pelos sobreviventes. Não é apenas mais um livro, ele é um dos mais reconhecidos pelos estudiosos.

Também não há fotos, há apenas 1 gráfico que ocupa 3 das páginas iniciais, junto de 1 foto do Titanic tirada no dia 10 de abril de 1912.

Não há depoimentos dos sobreviventes, mas o texto foi escrito inteiramente com base no que foi relatado à Walter Lord pelos entrevistados.

Apesar de não estar relatado o processo de construção, nem de reencontro em 1985, há uma introdução muito boa que analisa a jornada que a história vêm fazendo pela cultura popular através dos tempos. No final do livro os agradecimentos de Walter Lord são uma análise da epopéia de escrever o livro, e de como os sobreviventes foram de grande gentileza e colaboração para a obra.

Num resumo: Se gosta da história tal qual ela aconteceu naquela noite, quer descobrir uma avalanche de detalhes verídicos, não deixe de comprar. Vale cada centavo e o tempo gasto para lê-lo.

Luciano disse...

Finalmente tive tempo de publicar aqui minha opinião.
O livro é realmente incrível, todo detalhado do começo ao fim... detalhes que fazem a diferença pra quem se interessa pela história verídica do Titanic... que nenhum outro livro tem ou terá, detalhes que fizeram com que eu me sentisse a bordo do Titanic e próximo de cada um dos passageiros citados enquanto lia, é realmente muito bom; Valeu cada centavo pago e cada segundo gasto pra ler. Li uma vez e pretendo reler muitas outras, com certeza.

Rodrigo disse...

Obrigado luciano pela opinião, eu sabia que você gostaria do livro, não têm como ser diferente para quem têm interesse pela história verídica. Senti o mesmo quando li, a impressão é de uma forte proximidade com a história e de um "choque de realidade", o livro fez cair um monte de mitos para mim, ao mesmo tempo em que eu descobri detalhes e fatos que fazem a completa diferença na hora de entender a tragédia.

Espero que venham novos leitores para este livro, onde a história e o lado humano é o que realmente faz a diferença.

Até mais, Feliz Natal.

#B#E#B#E#T#T#O# disse...

Comprei o meu no sábado, ainda não consegui ler toda a introdução, mas o pouco que eu li já me fascinou... Muito bom, obrigado pela indicação Rodrigo, e parabéns pelo blog.

Rodrigo disse...

Oi BEBETTO, que bom que aproveitou a dica, boa leitura. Este é um livro que merece ser lido e estar no acervo de quem têm curiosidade e/ou admiração pela história.

Se puder, depois conte aqui o que achou da leitura. Obrigado pela atenção ao blog. :)

Roberto Ruiz disse...

Olá Rodrigo. Terminei a leitura do livro. Bom o que eu lí ali por um lado me comoveu, por outro lado me instigou uma certa indignação por alguns fatos que não vou comentar, pra não tirar o prazer dos outros leitores em tirar suas conclusões, mas é um relato muito rico em informações e nosso imaginário, faz o papel de criar todo aquele ambiente. Eu agradeço porque suas demais publicações sobre o Titanic nos faz ter uma visão do navio como nenhum outro blog. E por favor, nunca tire seu blog do ar, ele é muito instrutivo.

Rodrigo disse...

Oi Roberto, muito bom saber que o conteúdo fez pensar sobre o caso. Comigo aconteceu o mesmo, houve várias revelações que eu não sabia, alguns absurdos e uma imersão bem diferente na história, coisa que já não é tão fácil devido à exploração exagerada do caso.

De qualquer modo, é uma leitura impressionante, e faz notar que muito do que sabemos hoje vêm deste livro especificamente, inclusive as releituras feitas para o cinema e TV se baseiam firmemente em pontos explorados neste livro.

Espero que as editoras brasileiras estejam atentas, pois há uma carência enorme de livros relacionados ao Titanic por aqui, onde não chegam nem a 30, enquanto que no exterior contam-se às milhares as obras relacionadas ao caso.

Até mais.

Júlio César Pedrosa disse...

Olá, amigos!
Comecei a ler a edição em espanhol ("La última noche del Titanic"); eu estava procurando a edição portuguesa (atualmente esgotada) e só depois de receber a tradução espanhola que encomendei foi que fiquei sabendo da nova tradução em português.
O livro de Walter Lord, ainda que não seja o primeiro sobre o assunto, é a obra que criou a "titanicologia".
Vou reler depois em nossa língua.

Rodrigo disse...

Oi Júlio

Mas olha só, você optou pela versão espanhola, fntástico. Pois é, o livro chegou ao Brasil exatos 1 ano e 7 meses depois de eu publicar a matéria "A Night to Remember, a noite em que o Titanic Naufragou", cujo texto eu havia trazido de um resumo do livro "A Night to Remember", publicado em 1956 em uma antiga revista brasileira; e esta era a única opção que eu tinha até então para este livro tão bem lembrado.

Pouco tempo depois do centenário do naufrágio a edição chega ao Brasil através da editora que tomou iniciativa, fiquei muito satisfeito e a leitura me emocionou muito...

Curioso mesmo é notar que apenas após 57 anos é que houve uma tradução completa. O conceito é exatamente este: Walter Lord com seu livro foi responsável por "ressuscitar" a história do Titanic para a década de 1950, à mesma maneira que a história ressuscitou mais 03 vezes: em 1985, quando da descoberta dos destroços, em 1997, quando do lançamento do filme de Cameron e, por fim, em 2012 com o centenário do naufrágio... Espero que a proposta do Titanic II seja levada à cabo com o mínimo de dignidade, pois se assim for, a história segue se mantendo e se renovando para as novas gerações...

"Titanic", a história real, é algo para ser entendido com calma e sem fanatismo. Caso contrário, tudo entra no turbilhão de lendas e meias verdades acompanhadas de cegueira histórica. Só com muita calma é possível entender o que este caso significa para a sociedade.

Cleber disse...

Fiz o pedido do livro hoje.. ansioso agora pra chegar.. só achei estranho a capa.. Titanic afundando pela popa.. sei lá.. rsrs

Rodrigo disse...

Oi Cleber. Este é o típico caso do "nunca julgue um livro pela capa"... Eu sequer cheguei a me preocupar com a capa na época, mas isto é porque eu já conhecia a qualidade do livro fazia algum tempo.

Para quem não conhece o conteúdo certamente bate uma dúvida, pois a capa ficou devendo mesmo, não está a altura do texto.

Até mais, boa leitura. Depois que ler se desejar deixe aqui sua opinião, é sempre bom saber.

direçãoaçãoeinteraçao disse...

Comprei o livro "Uma noite Fatídica. Fantástico. Recomendo a todos.

Rodrigo disse...

Olá "direção ação e interaçao", obrigado por deixar sua opinião, é sempre bom saber qual é a crítica das pessoas que lêem o livro. Fama internacional ele já têm; resta saber o que nós curiosos e entusiastas brasileiros achamos da obra.

Elisson Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elisson Pereira disse...

Boa tarde Rodrigo!!

Vi sua curiosidade das placa S.S TITANIC dos botes uma normal a outra ao contrario, pois se você ver o making of do filme todo o cenario esta ao contrario como se o navio tivesse em southampton porem ele estava a estiborbo para vira-lo usaram um truque de inverter as letras como se tivesse num espelho depois das filmagens era so inverter pois iria parece que navio estaria a bombordo simples !!
Qualquer dúvida me envia email.
Ficarem feliz em ajuda-ló Elisson.pereira@gmail.com

Rodrigo disse...

Oi Elisson

Olha, posso te dizer que a quantidade de "inverte e desinverte" utilizada durante as cenas de "Titanic" (1997) é tão grande e tão complexa, que até mesmo James Cameron e as equipes encarregadas da formulação dos efeitos especiais acabou se perdendo em quesito técnico. Há cenas invertidas que não deveriam estar invertidas, outras não invertidas que, por sua vez, deveriam estar... Uma profusão enorme de "falhas técnicas". Em parte dos casos as inversões vieram com intuito de economia de dinheiro, e outras partes elas foram necessárias por pura questão de correção de visual e/ou melhor apresentação das imagens.

Pessoalmente eu adoro estes truques e erros desta produção, e foi com o interesse e estudo de muitos deles que acabei entendendo com mais profundidade os aspectos reais do verdadeiro Titanic.

São sempre muito interessantes, mas hoje me concentro especialmente na história verídica; por isto o blog conta com relativamente pouco conteúdo relacionado ao filme. A exploração do filme já foi grande demais nestes 16 anos, e isto acabou desgastando as pessoas. Ainda quero trazer algo de interessante em relação ao filme para o blog, mas preciso ser cuidadoso para não ‘remartelar’ nos mesmos pontos já cansavelmente explorados.

Mas agradeço a atenção ao blog, seja sempre bem vindo.

Gabriel Torres disse...

Adquiri o livro, estou no começo, porém já gostando muito,é incrivel a riqueza de detalhes. Se não fosse o blog (que acompanho desde sempre),eu nem fico sabendo que o livro chegou ao Brasil. Obrigado Rodrigo!

Rodrigo disse...

Oi Gabriel

Que bom que aproveitou a dica, todos os interessados pela história verídica do Titanic merecem ler este livro. Caso queira dizer o que achou ao final da leitura, por favor, este é o espaço.

Até mais, eu é que agradeço a atenção ao blog.

Cleber disse...

Olá.. já postei um comentário aqui antes dizendo que tinha comprado o livro.. Então.. Gostei muito do livro.. é impressionante a riqueza de detalhes que o autor conta os fatos, e também interessante como ele muda constantemente de cenário, fazendo com que seja possível se ter uma visão geral do que está acontecendo em várias partes do navio ao mesmo tempo.. Grande parte das informações que foram apresentadas eu já conhecia (muitas delas conheci aqui no blog, que tenho certeza que são confiáveis), porém apresentadas de maneira diferente e emocionante! As novidades mesmos para mim foram os acontecimentos nos botes salva-vidas após o naufrágio e também os acontecimentos abordo do Carpathia e dos outros navios que de estão relacionados ao naufrágio do Titanic. Gostei muito das atitudes do capitão Arthur. Um fato é que fiquei intrigado com o Bruce Ismay, será que ele ficou realmente abalado após o naufrágio? Pode ser que sim, afinal ele foi bem fraco em encarar a morte pra ficar junto do navio após o naufrágio como fez o capitão Edward Smith e o Thomas Andrews. Bom, recomendo o livro com certeza! Muito bom mesmo.. Acho que nada seria dos filmes "A night to remember" e "Titanic" de 1997 sem essas informações do livro, até porque "A night to remember" foi inspirado no livro e portanto traz o mesmo nome dele, e James Cameron consultou o autor Walter Lord para a realização de "Titanic". Ganhei o livro "E a orquestra continuou tocando", agora é esperar um tempinho da faculdade pra começar a ler. Parabéns pelo blog Rodrigo, e fico ansioso aguardo novas publicações suas, que são umas melhores que as outras! abraço...

Rodrigo disse...

Oi Cleber, só posso agradecer pela atenção ao blog, fico satisfeito em saber que há quem tenha atenção histórica pelo Titanic. Muito corretas suas observações, Walter Lord escreveu de uma maneira simples e direta, mas de um modo tão inteligente e tão próximo, que faz com que o leitor consiga “ver” e se colocar lá, na hora, no local e junto com as pessoas.

Eu também fiquei muito surpreso em saber a suprema presença de espírito de Rostron e o quanto ele se esforçou para ajudar naquela madrugada, ele realmente foi de uma dignidade e atitude difíceis de se ver. Uma verdadeira lástima o Carpathia estar tão longe para socorrer todos. Quanto à Bruce Ismay, aprendi uma coisa importante com esta e outras leituras: a impressão de “vilão de história em quadrinho” relacionada à ele, é muito irreal. Ele cometeu erros, teve realmente parcela da culpa, mas ele era um ser humano, e recebeu o choque da tragédia como a maioria. Ele chegou a ajudar no processo de embarque nos botes, e foi no convés do Carpathia que o peso de sua parcela de culpa caiu sobre sua cabeça. Ele errou muito, mas está longe de ser o vilão caricato que hoje muitos acreditam que tenha sido.

O livro de Lord não é extenso, mas é oficialmente o responsável por ressuscitar a história na década de 1950, e a partir de então, contribuir de maneira irreversível para manter o Titanic presente na cultura. Walter Lord fez um trabalho como poucos. “Somente Deus por Testemunha” e “Titanic” (1997) não existiriam se o livro não tivesse sido publicado. “A Night to Remember” é oficialmente reconhecido como um clássico obrigatório.

Muito boa leitura de “A Orquestra continuou tocando”, tenho certeza que vai encontrar uma outra visão da história em um texto de qualidade.

Até mais.

julio cesar santiago disse...

ai vc esta de parabens pelo teu blog mas esse titanic 2 nao podera acontecer como aconteceu com o primeiro

Rodrigo disse...

Oi Julio, obrigado. Se o conteúdo publicado no blog agrada, minha "missão" está cumprida. Até mais.

TATY LOWE disse...

Oi, também tenho esse livro e gostei muito, me peguei relendo-o no mês passado e, cada livro que leio, seja real ou romance ficcional, me transporta pro navio. O incrível fato é que Lord foi, entre todos os autores de livros sobre o Titanic, o ÚNICO a ter uma experiência pessoal na época: viajou no Olympic e a viagem lhe deu imaginações com as quais trabalhar para fazer o livro, além dos relatos dos sobreviventes durante as entrevistas. A introdução, o modo como ele descreve o navio e as experiências, as comparações entre o navio e a mulher - prisão e libertação - é impagável, e mais ainda como ele descreve o oficial Lowe, dentre todas aquelas pessoas, meu personagem preferido, seja o real e mesmo representado em filmes (aliás, você poderia fazer um tópico sobre ele), cuja personalidade e atitudes o tornou "alvo" de minha admiração, pois aprecio pessoas assim, com autonomia e atitude para fazer o que ele fez, não somente naquela noite, mas ainda na adolescência, quando enfrentou o pai e foi realizar a vontade de viver no mar, uma inspiração para aqueles que desejam fortemente enfrentar o que vier para seguir seus sonhos. E dizer algo, sem discriminar outras pessoas dessa história, mas que, em meu coração, é verdade: LOWE, O TITANIC NÃO EXISTE SEM VC!!

Anônimo disse...

Comprei o meu livro Uma Noite Fatídica agora em 2016. E agora estou esperando chegar. Estou ancioso para ler deve ser muito bom mesmo.

Leonardo disse...

Acabei de comprar meu livro agora estou esperando deve ser muito bom o livro.

Rodrigo, Titanic em Foco disse...

Oi Leonardo,

o livro tem o aval da esmagadora maioria das pessoas que se interessam pelo Titanic, o nome "Walter Lord" é reconhecido e respeitado por todos que tem interesse direto pelo assunto. Eu mesmo aguardei por muito tempo a chegada do livro ao Brasil, e acabei conseguindo a versão de Portugal poucos meses antes da obra ser publicada aqui.

O que eu publiquei nesta página apenas reflete o pensamento que se tem sobre a obra ao redor do mundo. Até Cameron leu antes de produzir seu filme, apesar de que sua versão não é baseada no livro de Lord.

Boa leitura. ;)