oncontextmenu='return false'>expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 21 de maio de 2016

Desenhando o Titanic: A arte ilustrada do entusiasta brasileiro Wesley Perez

http://oi64.tinypic.com/2luxoz.jpg

 Seja bem vindo ao Titanic em Foco

"A arte diz o indizível, exprime o inexprimível, traduz o intraduzível." (Leonardo da Vinci)

'Sugerir com lápis e papel a aura de um tempo, a imponência de uma obra humana, o destino insólito de um gigante condenado, o legado de mais de 104  anos de um evento histórico...'

Talvez sejam estas as palavras que definam os sentimentos de milhares de entusiastas do redor do mundo ao se renderem à grandiosidade assustadora, ao romance irresistível  e o desfecho inacreditável da trajetória do Titanic: Naufragado em sua primeira e não terminada travessia em 15 de abril de 1912, acabou se tornando um marco e um símbolo do século XX, e fixando presença no imaginário popular nestes mais de 104 anos desde que seu nome se tornou lendário... nome que representa tanto um grande navio real e seu desastre quanto um grandioso filme romântico-trágico e seu enorme sucesso.

E é por estes e outros tantos motivos que o Titanic, no mar de superlativos em que ainda hoje navega, segue atraindo a atenção e inspiração e entusiastas de todos os lugares, que o representam artisticamente das mais variadas formas, criando trabalhos que capturam o passo a passo da trajetória deste gigante engolido pelos mares em 1912 e "ressuscitado" pelas telonas do cinema em 1997 com o inesquecível filme "Titanic" dirigido por James Cameron.

Cá no Brasil, como não haveria de ser diferente, o Titanic é também ainda hoje assunto Cult, que atrai a atenção, a curiosidade, a inspiração e o talento de uma multidão de entusiastas, fãs e curiosos.

E esta matéria é especialmente dedicada ao trabalho ilustrado do colega "Titânico" Wesley Perez, que exercitando seu talento e expressando sua reverência e curiosidade pela história, retrata em suas ilustrações os momentos marcantes da trajetória e legado do mais conhecido navio que navegou tão brevemente pelos mares.

Acompanhe seu depoimento e suas ilustrações

Wesley Perez, 20 anos, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil

"Em meados de 2006, na época com 11 anos, certa vez assistindo ao filme Titanic (1997) na TV, sempre via quando passava, mas naquele dia eu comecei a entender a história, o que se passava, indo muito além do espanto de ver aquele gigante afundar nas cenas marcantes do filme. Pouco depois como quem não quer nada, comecei uma exploração via internet que, por sua vez eu não tinha acesso na época, eram os santos trocados que meus pais me davam e eu ia correndo nas "lanhouses" onde era possível estar mais perto, mesmo que por alguns minutos, daquela história.

Ao lado: Trabalhando na parede do meu quarto usando apenas o grafite de lápis comuns, borracha, régua e muita paciência, embora falte muito concluir toda a parede, já deu um toque especial no que eu considero o meu "cantinho preferido".

E foi assim por algumas semanas, informações desajeitadas, muitas vezes erradas, e fui mergulhando cada vez mais a fundo, onde espantosamente descobri que ele não era único, e sim que havia mais dois navios nas mesmas dimensões e que faziam parte de um projeto muito ambicioso.

Ainda com 11 anos tive meu primeiro caderninho de anotações exclusivo para o Titanic, uma espécie de "diário titânico", onde gravuras eram o foco, mais até do que as informações. Comecei então as primeiras tentativas de poder desenha-lo,o que de fato era impossível dizer ser o Titanic aos olhos de quem via, nem mesmo o número de chaminés eu acertava. Aos 12 anos ganhei o primeiro DVD, muito simples, áudio em inglês apenas legendado em português,o que pra mim já era tudo, poder assistir sempre que eu pudesse, não havia presente melhor.

Tempo depois outro caderninho se iniciava, agora com mais conteúdo e menos gravuras, naquele momento, eu já me via dentro daquela história e de alguma forma eu queria transmitir esse entusiasmo para as pessoas, seja contando sobre as origens, ou os fatos reais,mostrando desenhos e, sem perceber, eu já havia criado uma série de desenhos encenando as etapas da trajetória do Titanic em sua fatídica viagem. Passando os anos, vieram os primeiros elogios, os primeiros apelidos, bons e maldosos, primeiras críticas, primeiras frases decoradas do filme de James Cameron. Era um universo que se abria a cada dia, cada fotografia, cada depoimento, cada documentário.

E assim veio o primeiro livro, eu então com 15 anos, depois vieram outros, revistas, recortes e outras edições mais proveitosas de filmes, até eu realmente alcançar um grau maior em conhecimento, em separar o verídico dos mitos que se cria, embora dificilmente saberemos desvendar todos os episódios da curta vida do Titanic.

Após esse período, reproduções artísticas à parte, praticamente todos sabiam desse meu lado "maluco por Titanic", foi onde conheci outras pessoas, de idades distintas que, de alguma maneira assemelhavam-se comigo, eram os chamados "titânicos", a internet foi uma peça chave fundamental, surgiram trabalhos que iam além do que eu imaginava.

Hoje aos 20 anos, estudante e desenhista amador, minha expansão nos trabalhos artísticos que faço é notável, que vão desde o próprio navio, projetos arquitetônicos, retratos, paisagens, objetos do cotidiano, enfim nunca foi preciso cursos ou especializações em arte, estou sempre buscando fonte de inspiração, seja dentro de conceitos históricos da humanidade como o desastre do Titanic por exemplo, seja na forma de olhar o mundo, ouvir uma trilha sonora, não importa, o fato é que se trás benefícios à mim, algo que só me agrega mais qualidades e conhecimento, é gratificante, e isso fica demonstrado quando se faz com dedicação. Se hoje sou o que sou é por mim mesmo, pela vontade de me expressar, de levar mais história e mais conteúdo, aos olhos de quem vê, e o Titanic de certa forma foi, e vai continuar sendo fundamental em meus conceitos e tudo que se diz respeito do que me tornei."

Wesley Perez

Galeria de ilustrações
 Uma pequena seleção de ilustrações de Wesley Perez que delineia parte da história e legado do Titanic.
.
Abaixo: Titanic em seus ajustes a alguns meses da viagem inaugural.

Abaixo: Guindaste para colocação de chaminés no RMS Titanic.
.
Abaixo: Ilustração feita em folha A4 com lápis de cores comuns, do jogo virtual Titanic-Honor and Glory,  ainda não concluído.
 
Abaixo: Desenho referente a clássica cena em que Rose (Kate Winslet) avista o Titanic pela primeira vez ainda no porto, compilado ao colar que desencadeia a trama, na superprodução Titanic (1997) do diretor James Cameron.

Abaixo: Titanic deixa o cais com ajuda de rebocadores.

Abaixo: Ilustração que fiz com referência a cena de Titanic (1997), onde os personagens Jack Dawson (Leonardo DiCaprio) e Fabrizio (Danny Nucci) estão à observar golfinhos pulando a frente da proa a todo vapor.
 .
Abaixo: Meu trabalho mais recente, com algumas horas de dedicação e paciência, era um ângulo que há muito tempo pensava em fazer e eu queria colorido, o que até então venho trabalhando a pouco tempo. Então resolvi esperar, e enfim, o resultado é esse. O Titanic em toda sua glória, em um horizonte que poderia ser o seu último avistamento.


 Abaixo: Localizada na primeira classe, a grande e luxuosa escadaria era o ponto-chave para o acesso aos conveses.

Abaixo: O choque fatal na noite de 14 de Abril, quando o Titanic colide com um iceberg que perfura 90 metros da lateral do casco, deixando o navio à deriva.

Abaixo: A medida que o navio afunda, o pânico começa. Não há botes suficientes para todos a bordo.

Abaixo: A medida que a proa afunda, suas hélices gigantes emergem na popa.

 Abaixo: Às 02:05h, a chaminé dianteira não suporta a pressão exercida pela inclinação do navio. E desaba.

Abaixo: Titanic em seus últimos momentos antes da estrutura quebrar ao meio.

Abaixo: HMHS Britannic, o último dos superliners, que viria a naufragar quatro anos depois do Titanic.

Abaixo: HMHS Britannic, muito bem conservado e acessível devido a baixa profundidade de onde se encontra. Naufragado há 100 anos, é o maior navio no fundo dos oceanos até hoje.


 
Crédito 

 Depoimento, legendas e ilustrações por Wesley García Perez
Edição de texto/imagens e introdução por Rodrigo, Titanic em Foco

Agradecimento

Ao amigo Wesley pela disposição em compartilhar seu depoimento e sua arte. Meus sinceros votos de que você siga exercitando seu talento artístico, tendo no Titanic uma bela fonte de inspiração, criando muito e desenvolvendo cada vez mais sua arte sobre os mais variados temas em que se aventure. 

2 comentários:

Wesley Perez disse...

O prazer foi todo meu Piller, imensa honra em poder compartilhar uma pequena parte do que foi e continua sendo para mim algo que só me fez crescer e adquirir mais conhecimento, e poder divulgar e quem sabe despertar o interesse de outras pessoas é maravilhoso. Desde já meus votos de agradecimento ao Titanic em Foco que está de parabéns e continua sendo o meio informativo mais completo sobre o Titanic no país. Muito obrigado.

Leonardo disse...

Realmente, os trabalhos de Wesley são magníficos, uma verdadeira ''Obra''do gigante Titanic, meus sinceros parabéns ao Wesley.