oncontextmenu='return false'>expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 21 de julho de 2018

Documentário: "Titanic 20 anos depois com James Cameron"


"Titanic 20 anos depois com James Cameron"

Sinopse: James Cameron lançou o filme ‘Titanic’ há 20 anos prometendo uma grande história de vida e realista afirmando, ao mesmo tempo, que detinha a verdade sobre as almas perdidas em 1912.
 .
Agora, neste especial de uma hora, Cameron reúne especialistas para reabrir o caso, perguntando: Será que, há 20 anos, acertamos e fizemos as coisas certas? Através de desenhos resultados de mais de 33 mergulhos aos detritos e anos de análise forense, ele explora os mitos e os mistérios do Titanic, na esperança de responder a algumas perguntas que perturbam a sua cabeça há décadas.

.
NOTA: Para exibir alguns dos interiores do Titanic [sala do telégrafo, escadaria e cabine C55], Cameron aqui faz uso de imagens criadas para o futuro game "Titanc Honor and Glory". A aplicação do material gráfico produzido pelo time atesta a seriedade e engajamento da equipe, cujo trabalho desenvolvido nos últimos anos denota o grande esforço no sentido de acuidade histórica. Sendo desenvolvido com o propósito de jogo, Honor and Glory ultrapassa em assertividade e qualidade artística e visual qualquer recriação gráfica já feita do Titanic até os dias atuais. Quando lançado comercialmente o game traz evidentes promessas de que pode vir a ser um marco divisor de águas em tudo o que se sabe sobre os design externo e interno do Titanic. Site oficial AQUI

Dublado
Divulgação - Canal The Morfeo
  
Legendado
Divulgação - Canal david sucesso 
Crédito
natgeo.pt
Texto [nota] e edição por  Rodrigo, Titanic em Foco

5 comentários:

Cora disse...

Bom dia querido Rodrigo,
Estou fascinada com o post, bem como com o vídeo sobre o novo documentário de James Cameron com suas novas descobertas referentes ao Titanic.
Ele realmente é um aficcionado no tema, e fiquei emocionada em ver seu encontro com descendentes dos passageiros do navio.
Também parece ser minucioso o novo estudo sobre, como o navio pode ter afundado... Os questionamentos para os quais ele deve ter encontrado respostas....

Depois de 20 anos da produção do filme, ele ainda estuda tudo que lhe é possível ter ao alcance; que fascinante!
E busca respostas, não apenas para dar veracidade a seu famoso filme. Ele tem um genuíno compromisso com esta História.
Deseja corrigir o que pensa não ter sido fiel aos factos, 20 anos atrás. Trata o tema com polidez e respeito.
Percebe-se que demonstra pesar e sentimento sinceros pelas almas que se foram , em 12 de Abril junto ao Titanic.
Será um documentário de ouro, para todos nós que amamos e respeitamos a História deste famoso transatlântico.
Espero que o documentário surja em breve em DVD para adquirirmos.
Só este vídeo já é um mini documentário incrível, imaginemos a obra completa!
Obrigada Rodrigo, por trazer-nos mais esta preciosa novidade sobre o Titanic.
Adoro seu blog, amigo conterrâneo! Abraços, Cora :)

Rodrigo Titanic em Foco disse...

Boa tarde Cora

A primeira vista não achei o documentário tão relevante, mas depois de assistir novamente notei os pontos altos. Muito emocionado ao ver os descendentes falando sobre seus entes, especialmente o bisneto de Strauss, tocante a maneira com que ele fala de seu avô e do medalhão, com respeito profundo.

Cameron teve que vender a idéia ao estúdio de fazer o filme com uma história ficcional, mas seu envolvimento com o assunto, especialmente exploração marinha e histórica é grandioso. Reconfirmar que ele segue contribuindo para o legado de modo desprendido do filme, é algo importante.

Enfim, o assunto parece não render muitas coisas mais, mas é possível olhar para tudo com novos ares e isso é algo notável na trajetória cultural do Titanic, que mesmo não muito evidente das vistas de quem não o acompanha, se renova de muitas maneiras.

Nós que acompanhamos vemos que o legado navega para novos horizontes sempre, mesmo sutilmente.

Até mais, grato pela visita e apoio, sempre.

Cora disse...

Olá Rodrigo,
Obrigada por responder. Concordo plenamente com sua opinião!

Percebe-se que público em geral actualmente, não tem mais tanto interesse no tema como em 1997.
O furor foi se esvaindo ao longo destes 20 anos, após o filme.

Mas para os descendentes dos passageiros, cada pormenor encontrado fez e fará uma grande diferença em suas vidas. Como o relicário que o bisneto de Isidor Strauss hoje tem em mãos, com o retrato de sua avó.

Em termos de pesquisas forenses, o material que ainda está disponível no fundo do mar, por certo trará novas luzes para tentar chegar a um desfecho mais fiel a realidade.

James Cameron é conhecido por sua determinação e perfeccionismo.
Então, creio que por mais sutis que sejam suas novas descobertas, elas serão preciosas para nós, para os descendentes dos passageiros e para o legado histórico do Navio.

Tudo de bom para você Rodrigo e continue com seu belo trabalho !
Abraços,
Cora

Anônimo disse...

Boa tarde Rodrigo! Como vc tem passado?
A constatação mais relevante, é de que mesmo, dispondo de uma prolífera variedade de obras cinematográficas - muitas das quais, de de excelente qualidade, capazes, não somente de captar nossa atenção, como também de servir de motivação e mesmo de nos identificar-mos -inclusive com relevância histórica e social; nenhuma desta obras conseguiu, mesmo vinte anos depois, atingir o patamar emocional e significativo do Titanic-desta forma, ele permanece como o meu filme favorito de todo os tempos. Creio ser natural que os ânimos tendam à arrefecer - é natural que as sensações se abrandem à proporção que nos acostumamos em deter algo de valor; o tesouro está, em absorvermos o aprendizado e mantê-lo em nossa mente. Forte abraço!
Alvaro

Rodrigo Piller disse...

Boa tarde Alvaro, estou bem, obrigado

É exato isso, os anos passam e o impacto inicial muda de ares, como em tudo na vida. O que ficou de Titanic para mim, por exemplo, foi a história como um todo e tudo aquilo que entendi e aprendi sobre ela e através dela, seja na ficção onde esteve meu primeiro contato, ou na história verídica que fui me inteirar depois. Enfim, como o impacto foi positivo e trouxe coisas muito legais, ainda que o contato seja muito esporádico, o legado está presente para sempre. Tanto para mim, como culturalmente, nem precisa descrever, hehe

Grato